Corrida

Correndo pude levar fé em conquistas pequenas e pessoais que até então eram desconhecidas para mim, pois vitórias, feitos relevantes, eram para agradar terceiros,para demonstrar e nunca para saborear.Já a corrida, essa é só minha, o cansaço, o suor e a sensação máxima de realização.

Corredora Amadora

Corredora Amadora
Morrendo na Chegada

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

CIRCUITO ADIDAS verão 10k 05-12-2010

14 mil corredores malucos correndo no Aterro com sol escaldante na moleira em pleno mês de dezembro, só o Circuito Adidas mesmo, muito bom. Um céu azul  que parecia não ter fim pois  emendava com um mar de pessoas vestindo azul, coisa mais bonita. Como dizem minhas filhas: "Tudo na vida".
Acordar cedo, levantar a família me embrenhar no meio de corredores na baia antes da largada, ter medo de quebrar no meio do caminho por desidratação, ou outra coisa doida qualquer, está virando uma deliciosa rotina de domingo.
Não encerrei com chave de ouro, pois meu tempo foi uma M..., mas..., tá valendo.
A galera do lado resolveu iniciar esse endorfinado vício na última etapa do C. Adidas, são: Cunhada (josiane), pai e amigo de longa data do meu marido (Marcelo) e noivo da minha cunhada (Gustavo), aliás, Marcelo fez uma belíssima primeira prova de rua com um tempo baixo p iniciante.

Bom, o resto das fotos retrata muito bem o asfalto escaldante,Preciso de ajuda, é o seguinte:
não sinto dores, minha frequência mais alta na corrida é de 170, não sinto cansaço, mas sinto muito medo de forçar nas provas porque tenho pavor
de não aguentar, porque minha principal meta é chegar inteira  sem parar se quer para pegar a água, quando passo pelo posto, pego logo dois copos e saio jogando pelo cabeça e pulsos, por que o que mais acho que me atrapalha, é a temperatura interna do corpo que aumenta muito. Nos treinos, faço um tempo muito menor por kilômetro, vôo mesmo, mas paro a cada voada por 1 minuto para baixar minha frequência e etc. Será que forçar vai me causar alguma lesão, nunca me machuquei, sinto dores na canela somente no dia seguinte das provas, me sinto muito preparada para correr melhor mas sou muito insegura quanto a conclusão da prova. A próxima de 10k que não tiver tão quente, vou tentar fazer um tempo perto do que faço nos treinos para ver no que vai dar, mas quero fazer sem compromisso, sem chip e sem pagar a inscrição, caso dê algo de errado, eu não vou ficar triste. Quem puder me ajudar com opiniões, serão bem-vindas. Boa semana e sebo nas canelas...



terça-feira, 16 de novembro de 2010

Feriado que nada... Circuito Vênus 2 Etapa





Como dizem minhas filhas: "Tudo na Vida", é foi exatamente assim meu feriadão, domingo, almoço em família e massagem,muitttaaaaaaaassss, massagens no DAY CARE do Circuito Vênus. Um luxo ao cubo , tudo na vida , minhas filhas repetiam após cada nova massagem que recebiam, nos pés, no corpo, nas costas, fotos no stand da Nike.Durante a boa vida que curtíamos no domingo, começou a anunciar: Aula de Pilates às 16:00, você acha que eu ia perder... DEFINITIVAMENTE não nasci pra boa vida, quanto mais puxado o negócio mais eu gosto, e que aula , maravilhosa, meu abdômen dói até agora, meus braços e interior das coxas, ou seja, toda a musculatura que uso menos. Muito bom mesmo, o professor mostrou de forma muito prática o porquê da Pilates Mania, você sente tudo mesmo, legal.

Depois de muito me divertir com minhas filhas durante as massagens e maquiagem no stand da Avon e de uma aula de Pilates pra lá de incrível, voltei feliz para casa, dormi cedo e voltei cedinho para o Aterro no dia seguinte, cheguei bem cedo para aproveitar as massagens que não fiz no sábado , valeu a pena, porque estava bem vazio e fiz 2 tipos de massagens e ajudou a aliviar as dores resultantes do Pilates que já estava dando o ar da graça.
Sanduiche pela wickbold, sorvete Molico, e tudo mais, só que eu não quis enfrentar fila por que já estava formando umas bem grandes lá pelas 7:30, moral da história: Corri com fome, por ter saído muito cedo para aproveitar as mordomias dessa corrida luxo puro,(coisa de pobre que quando come melado se lambuza,rsrsrs), acabei esquecendo de comer, me deu um pouco de medo de ter um treco no meio do percurso, mas já estava na baia fazendo alongamento e tudo mais, no clima fazendo até coreografia empolgada pelas músicas e etc.
Foi dada a largada, fui que fui para minha terceira corrida de 10k , tudo rosa salmon no Aterro, muito divertido, quando cheguei lá pelo k6, meu MP5 deu pane e parou de vez, minha vontade era de jogar fora ali mesmo, o vício da música durante os treinos me faz ficar com pavor de correr sem esse recurso, mas não tinha jeito, de certa forma, foi proveitoso porque me ajudou a ouvir mais minha respiração e me concentrar mais, resultado: diminuí 2 minutos cravados no meu tempo que foi de... vergonhoso expor assim minha lerdeza, mas foi de 1:09:09, huhuhu, só pra mim mesmo, mas está valendo muito estou me sentindo evoluindo de verdade, bem na verdade, a passos de tartaruga, mas mesmo assim, evoluindo, rsrsrsrsrs.
Circuito Vênus: Agora, para mim, a melhor do ano, ainda tem mais 2 ou 3 até acabar o ano, mas acho impossível outra superar essa.
Pena que não consegui tirar foto como na 1 etapa no stand da honda onde tira-se uma foto e ganha NA HORA, de ótima qualidade e na forma de imã de geladeira, pois quando cheguei no domingo já havia se encerrado e no dia da corrida, após a corrida, a fila era pior do que da Casa Lotérica no dia 05 do mês quando os bancos estão em greve, sem condição, tudo bem também, já estava endorfinada mesmo, nada mais poderia tirar minha plenitude. Feriado não é só curtição, solzão, praião, cervejão, agora, pelo menos na minha vida, é dia prova e prova com redução de 2 minutos no meu tempo líquido, é isso aí, tudo na vida...

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

CIRCUITO ADIDAS 10-10-2010




Olá blogueiros corredores de plantão, venho para contar sobre mais uma corrida, a minha segunda corrida nos 10k, já estou me acostumando. O Circuito das Estações Adidas definitivamente é um charme. Quando teve o inverno, corri os 5k, e amei a estrutura, o kit e etc, mas descobri ainda no inverno, que a camisa é um pouco desconfortável para correr, a manga é comprida demais e acaba atrapalhando, por isso, para esse da Primavera, além do sol e calor, ainda pensei no fato de ser 10 k, então optei por correr com uma camisa lindinha e adoravelmente mais fresca que foi a do Circuito Lótus (corrida do mês de setembro). Bom, acho que estou sem assunto, dando voltas demais, o resultado de tanto charme do C. Adidas, foi mais uma toalhinha, mais uma medalha, mais desgaste do meu tênis querido, mais satisfação, agora em dobro, pois se antes eram 5k e o prazer já era enorme, agora nos 10k a felicidade duplicou, não tem preço mesmo. Quanto ao tempo, pensei que fosse diminuir comparado com o do C. Athenas (foi há duas semanas), mas foi exatamente o mesmo tempo, tá bom vou contar, apesar de ter vergonha, 1h e 11 min, pronto falei... Abraços e vamos firme para não desanimar nunca.

P.S: uma reclamação do C. Adidas, tinha muita gente procurando alfinete, ou seja, as pessoas que pegaram o Kit no dia com a assessoria ou mesmo um amigo pegou e  só tiveram contato com o Kit no dia, se depararam com ausência de alfinete, aconteceu comigo também, olha meu número todo torto,rsrsrsrs, me emprestaram 2 alfinetes, mas no caminho, 1 soltou, eu prendi o número embaixo do top , o resultado foi essa coisa desgrenhada da foto.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

CIRCUITO ATHENAS 3 ETAPA 26/09/010

EHEHEH, CONSEGUI COMPLETAR A TRÍPLICE MEDALHA DO CIRCUITO ATHENAS.
Bom, foi praticamente um parto, pra variar,né..., toda vez que tenho uma corrida, acontece um monte de coisas, mas vamos lá, vou começar relatando a peregrinação habitual.
Primeiro foi para fazer a bendita inscrição, fiz umas 3 vezes mas esquecia de pagar o boleto, quando eu fui dar conta do negócio, já havia encerrado as inscrições, fiquei arrasada pois meu objetivo era fechar com o circuito meu objetivo de avanço, performance, aumento do percurso entre outras coisas. Liguei, passei e-mail mas eles disseram q não havia mais jeito. Foi quando na quinta antes do evento, abriram mais vagas, ufa..., me inscrevi, ebaaaaaa.
Na véspera do evento, meu marido estava sentindo fortíssimas dores de coluna, reclamou a noite toda, conclusão: não dormi, quando levantei, ele não aguentava mais de dor, levei ele para emergência, deixei minhas filhas na minha mãe e ufa de novo... agora vou que vou. No meio da ponte Rio Niterói, senti cheiro de queimado saindo do capu do carro, quando desci no Rio e parei no primeiro sinal, vi fumaça, pensei " P... ferrou de vez, mas fui a diante até parar numa rua perto do Circuito. A fumaça era porque o limpador de parabrisa escangalhou e agarrou no início do capu, e como estava ligado, não me pergunte porque, queimou, ficou forçando o motorzinho da parte elétrica, bom, menos mal né. Então fui pra pista, e que pista, subir a Perimetral não tem preço e nem fim, tinha horas que eu pensava"Acho que errei e estou correndo os 21k", mas foi muito,muito,muito bom mesmo completar os 10k de muita subida mas sem parar nem pra beber água, e sabe, não fiz feio não , meu tempo não é aquelas coisas mas pra minha estreia nos 10k foi melhor do que eu pensava. Enfim, voltei feliz  para cuidar da minha vida e do meu marido doente.



Corrida= realização= felicidade.

terça-feira, 14 de setembro de 2010

A volta de Quem não Foi- Circuito Lótus 12/09/2010

Olá amigos blogueiros de plantão, pensei que minha vontade de correr estava acabando, mas  depois do último post, no mês de agosto, mudei minha forma de treino, horário e local para não cansar. Eu corro sozinha, na rua onde corria toda manhã, somente eu ficava indo e voltando rua acima, rua abaixo correndo, as outras pessoas caminhando, todo dia de manhã tudo igual, sem uma paisagem para ver entre outras coisas. Foi aí que comprei uma esteira, comecei a correr em casa, muitoooooooo chato, mas já acostumei a usá-la em dias sem alternativa ou que minha TPM está explodindo por que aí, além da corrida, boto o som muito alto e canto também bem alto, vamos combinar que na rua não dá pra fazer isso né?, a loucura é tanta, que meu frequencímetro parece que vai estourar tamanho é o aumento do batimento cardíaco, muito louco, saio da esteira exausta, como se tivesse corrido uma maratona.
Foi aí que a blogeira Elis, obrigada Elis, me mandou um comentário dizendo para não abandonar o asfalto para não perder o prazer do vento e atrito do corpo peculiar dos corredores de rua, então, estimulada por ela, corredora de ladeiras, comecei a fazer ladeira 2 vezes por semana, numa rua que eu não corria habitualmente e num outro horário, à tarde, quer dizer, outra mudança. Legal, meu estímulo estava crescendo. Estava chegando o Fila Night Run, mas meu estímulo para a prova não rendeu uma inscrição, ou seja, fiquei um mês inteiro sem prova? Devo estar mudando mesmo, em pouco tempo de corrida, fiz tantas e tantas provas, me viciei em tudo ligado à corridas, estava com a endorfina em dia e tudo mais, até que percebi que tudo tem limites. O mês de agosto, sem provas, me fez perceber que o desafio maior que eu tenho, não é de cumprir mais uma prova, ou fazer todas as provas que surgem, e sim, me reinventar, me reanimar, replanejar, ponderar e, o maior  de tudo , redescobrir o prazer de correr e relembrar o porque comecei como isso tudo.
 Meu marido sempre chega do futebol me dizendo: fulano te viu correndo tal dia, em tal rua, está ficando tão constante que meu apelido agora é Forrest Gump, que mico rsrsrsr, quer saber, mico é não correr...Enfim, hoje não tem desculpas, pode ser sábado,domingo ou feriado, bateu a coceirinha da corrida, arrumo um jeito, boto o tênis e corro, corro e corro, pareço uma louca nas ruas sem paisagens, cheias de buracos, mas esses obstáculos acabaram servindo de incentivo da obcecada pela endorfina.

Agora vou falar do Circuito Lótus, domingo, que corrida tudo de bom!!!Correr com a praia ao lado como companheira, não tem explicação, realização ao extremo, e para mim que não sei o que é isso, nas minhas corridas diárias, nem me importo pelo valor da inscrição, a paisagem está incluida no valor, sem brincadeira, cheguei a me emocionar, do Leblon à Copacabana, fala sério, coisa mais linda... No Aterro do Flamengo, onde foram as outras corridas, já era o máximo para mim, mas a orla, maravilhoso, o único problema: sol escaldante na moleira, doideira pura, no Aterro tem muitas sombras, dá um refresco legal, mas na orla: caldeirão, nada que desanime, que desidrate, que faça desistir, afinal, você quer mais é curtir tudo até o último metro do percurso.

OBS: Circuito Lótus:
Vantagens: Percurso (paisagem), KIT (necessaire, toalhinha, viseira, brindes de primeira e organização no local da prova).
Desvantagens: Ter que pegar o Kit na Centauro, êita loja pra ter funcionários desinformados, não sabem nada de nada, ficam batendo cabeça dentro da loja abarrotada de gente e não resolvem nada, já reclamei isso em outro post, e olha que falei de outra unidade da Centauro, acho que o despreparo é crônico em todas as lojas.
Outra coisa, tinha uma mulher reclamando na minha frente querendo trocar a blusa M por uma G,eles nao trocaram, a mulher ficou P..., disse que ia espalhar para a academia dela, que todos saberiam e ninguém mais iria fazer a prova, blablablablablabla, os atendentes da organização, nem deram ideia à mulher, não conversaram, não deram uma atençãozinha básica, que era, na verdade, o que ela queria, enfim uma média não faz mal a ninguém, a mulher saiu indignada e todos os funcionários da organização, ao invés de continuar o atendimento de entrega de KIT,ficaram falando mal da mulher, que vacilo, ridículo demais, queimou o evento, tudo tão perfeito, mas o atendimento de quinta.
Bons kms e desistir, nunca...

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

CIRCUITO ADIDAS 25/07/2010 e Depressao de agosto

Postagem atrasada, é q fiquei sem computador, caiu no chão e não esta encaixando o carregador, descarregou e fiquei a ver navios. Mas nao é so isso, ando meio desanimada, dei uma esmorecida, nao sei o que é, tenho treinado menos na rua e mais na esteira em casa, dei uma viajada pra Búzios para desaluviar a alma com meu marido e filhas, foi otimo mas continuo, pelo menos ontem e hj treinando na esteira em casa, faço até mais tempo, mas nao é a mesma coisa; Minhas canelas e tenis, estão sentindo falta do asfalto, e por isso, cheguei a conclusão, que, pelo menos no meu caso,  endorfina esta associada a corrida+asfalto porque a esteira nao esta levantando meu humor, msm assim, nao arredo o pé de casa a nao ser pra ir pro trabalho. Enfim, deixa pra la, vai passar, se Deus quiser.
Vamos ao Circuito, foi otimo, eta trem organizado e bem estruturado, amei, nao levei ninguem, e curti mais esse desafio sozinha. Abaixei meu tempo, pouco, mas nao importa, fiquei feliz de qualquer forma.
No mês de agosto aqui no RJ, quase nao tem prova, e isso tbm esta me ajudando nesse momento meio acomodado meu. Vou fazer as provas q aparecerem pra me forçarem a perseverar, ainda mais agora q esta chegando a maldita TPM pra piorar. Enfim, vamos q vamos, quero dicas de blogueiros q ja passaram por momentos de saco cheio de tudo, porque se passou, o meu também vai passar.

Provas que eu estou sabendo este mes: Fila Night Run e Meia Maratona do Rio, por favor, se souberem de outras, pois dessas duas, só farei o Fila, a Meia, pode piorar minha situação e acabar chutando o balde de uma vez, pois a probabilidade de voltar até a chegada de taxi, é grande, rsrsrsrsrsrs. Até...

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Rio de Janeiro, parabéns pela Maratona, Meia e Family Run 2010




À princípio, parecia que o Rio estava insatisfeito com o evento, o dia anterior estava frio, ventava e dava a sensação de qualquer lugar, menos o Rio de Janeiro.
Acordei às 6:00  para partir rumo à corrida, na qual estaria participando como uma cidadã ativa, que ama corrida, mas, ainda como uma simples mortal que só aguenta correr no máximo 8k nos treinos diários, como não tinha essa opção, me inscrevi nos 6k e isso em março, quando essa doce aventura endorfinada de corridas de rua, começou. A vantagem é que paguei menos por ter me inscrito bem antes do mês do evento, a desvantagem, bem, não chega ser desvantagem, mas lá em março, na hora de escolher o quê iria correr, achei q  em julho já estaria nos 21k, hahahah, ainda bem que o bom senso falou mais alto e selecionei a , opção certa Family Run, 6k. Na verdade, nesse período tomei uma dimensão tão boa do que é a corrida na minha vida e, de acordo com a consciência esportiva que adquiri com a corrida, a vontade de correr só aumenta, aquela ansiedade leiga de março, passou, as loucuras por tênis e outros acessórios, não passou, mas diminuiu um pouquinho, rsrsrsrs, e o melhor de tudo, as dores me abandonaram, sentia a canela dolorida que não podia encostar em nada, agora, mesmo depois de uma prova, sempre me dá a sensação que se tivesse mais alguns kms, eu realizaria com sucesso, acho q estou passando do maternal para o jardim de infância na escola dos corredores.
Voltando ao evento, amanheceu chovendo, e aquele velho dilema, acordo a família ou deixo-os dormindo? Mais uma vez meu marido só abriu um olho para ver se eu o deixaria em paz, mas minha fila mais velha, essa sim, se virar corredora, vai ser das boas, tem uma energia ímpar, Deus que me livre..., não é que ela já estava acordada? Voltei no quarto e dei uma catucadas no meu marido, " acorda aí, não tem jeito, Sofia já está acordada e quer ir", a decepção dele, é indescritível sabe... Arrumei a menor, Letícia, que nem se mexe, melhor pra ela que não viu q estava chovendo e nem ouviu as reclamações do pai, " tá chovendo, como vou ficar com essas crianças na chuva?", etc, etc, etc. No fundo ele tem razão, mas Sofia adora novidade e eu não posso levá-la e deixá-la na largada-chegada me esperando num evento daquele porte, eu iria enlouquecer, talvez até funcionasse e eu terminaria em 1 lugar tamanha a pressa em reencontrá-la ou, iria desistir no 2 k e voltaria correndo na contra-mão , esbarrando nos corredores normais mentalmente e não insanos como eu sou, rsrsrsrsrsrs. De qualquer forma, o Rio tem uma força tremenda, quando atravessava a Ponte Rio-Niterói, o céu já estava abrindo, o dia estava ficando claro de vez, e tudo parece perfeito em pouco tempo, é incrível. Incrível também, o número de corredores no Aterro, nessas horas eu penso: "não poderia estar em outro lugar que não fosse esse", ou: " ainda bem que não perdi isso aqui, iria ficar muito P, se não tivesse aqui", ou ainda: "Meu Deus, acho que está todo mundo do mundo aqui, quanta gente...", enfim, uma infinidade de pensamentos pairam sobre minha cabeça, até porque, a corrida anda oxigenando melhor meu cérebro, devido a isso, penso mais e mais, é até esquisito.Mas isso só acontece nos momentos q antecede a prova, no momento que dá a largada, me dá um apagão, não vejo nada,nem ninguém, só fico monitorando as músicas para correr mais, menos, segurar a onda para não subir mt a frequência cardíaca e morrer no meio do caminho, ah e é claro, vigiar os corredores da minha frente, que sempre dão aquela cuspidinha de lado, e na boa, se tem algo q me tiraria do combate, seria levar uma delas no pé que seja, é muito nojento, Deus me livre...
Enfim, dia maravilhoso, ainda fui almoçar na minha sogra, ou seja, não fiz comida, depois fui levar as meninas para ver Sherek, Forever, achei muita propaganda pra pouco filme, mas fazer o quê, esses enlatados são os amores das crianças...Viver é bom, bom é viver, até a próx semana, vai ser meu primeiro Circuito Adidas, hehe, estou ficando cheia de medalhas, já são 10 desde março, será que depois dá pra vender pro ferro velho e ganhar alguma coisa?rsrsrsr

sexta-feira, 2 de julho de 2010

BRASIL EM AÇÃO

Sabe, sabemos da motivação geral de todos os 180 milhões em ação, mas cá pra nós, é tudo muito superficial, no que representa as contas das emissoras e jogadores em ação. Acredito muito em nós, brasileiros lutadores diários de conduções lotadas até NOSSOS suados trabalhos. Claro que tentamos transportar nossos esforços para os jogadores em campo, e ali vai junto: frustrações, fúria, garra, obstinação, desgaste emocional/físico, extravasamento de tudo dito antes. Porém, temos muito mais que uma bola no pé. Temos que parar de por na conta de POUCOS, o que nós mesmos queremos atingir, a VITÓRIA.
Não parece, quando o coletivo está em espectativa, mas a DERROTA É tão e absolutamente subjetiva, intimista que nos remete sempre a um silêncio verbal, como se fosse conosco, vergonhoso, errado, repugnoso , mas não é. O subjetivo é tudo que a mente QUER MAS A EMOÇÃO, PODE OU NÃO PERMITIR. Não acredito no acaso, no porquê de uma mera situação.
O foco de nossas ações está e sempre estará naquilo:conquista, mas, sinceramente, não se trata somente disso. O EL LOUCO do URUGUAI, mostrou em termos isso, aquele louco pela massa, caracterizado pelo desafiador, abusado, inconsequente, garantiu uma semi-final. Lógico que, pela audácia  do  técnico que o permitiu a bater o pênalti, por aqueles que o olhavam de banda por ser previsível ,e não é? O Cara é o EL louco, mas foi lá e marcou, quem poderia previr? Ninguém, essa semi- final, está sendo escrita pela ação louca, determinada, subjetiva, daquele  previsíveis que buscam pelo não previsível, pelo  não óbvio e que, apesar das orações, as ações não corresponderam os atos.

terça-feira, 29 de junho de 2010

II Etapa Circuito Athenas Peregrinação o predestinação?

                                         Como ninguém foi comigo dessa vez, pedi para minha filha Sofia tirar essa foto     na frente de casa para ter recordação

Bem, foi uma peregrinação minha participação neste evento. Primeiro, me inscrevi com uma certa antecedência pois a filosofia desse circuito de aumento dos kilômetros, busca pela superação, até as medalhas, uma se encaixa na outra, ou seja, devo fechar esse ciclo, isso faz com que o treino seja voltado para um crescente em termos de distância percorrida, senão com certeza ficaria para sempre me inscrevendo nas provas de 5, acomodadíssima. Eis que surgiu um concurso no meu município, e eu, como a maioria deste Brasil, em busca de estabilidade, quer ter um emprego público, sabe como é, quem não nasce em berço de ouro, corre atrás o tempo todo, em todos os sentidos, rsrsrs. Fiquei triste, mas prioridade é prioridade, até que, o concurso foi adiado 4 dias antes da realização, ebaaaaaaa. Não é que peguei uma gripe horrorosa daquelas que o nariz coça o tempo todo, e as sessões de espirros começam e a pessoa fica descompensada, sem ouvir nem enxergar direito? Pois é, fui acometida por uma desgraçada virose alérgica. Mas, estou aprendendo a me controlar, lendo bastante os posts dos amigos blogueiros, q semprem alertam para deixar o vício da endorfina de lado quando o corpo não responde e descansar.

Então corri seg, terça e quarta e descansei o restante no período crítico da minha Enfermidade.

Não é que, apesar de ter dormido no sáb às 2 horas da manhã, pois a alergia estava me incomodando muito, eu acordei no domingo sem sintomas nenhum? Me mandei pro Rio, eis que quando desço a Ponte Rio-Niterói vejo que fecharam a descida pro Flamengo, desci no centro do Rio desesperada, atrasada, peguei um retorno que dava pra subida de novo para a ponte. Pensei, Ah não, assim não, dei uma ré básica e voltei para a entrada do retorno, até que, uma corredora, emparelhou o carro do meu lado, ou seja, ela errou também, deixei ela dar a ré dela e voltar pra pista, e pensei: "Vou seguí-la, não sei outro caminho mesmo". A menina meteu o pé no acelerador, corria bem, hein? Mas fiquei colada nela para não me perder, enfim, fui até o estacionamento que ela parou, ufa, tinha chegado, olhei para o lado, ia puxar um assunto com ela, dizer que ela tinha me salvado pois não sabia outro caminho que não àquele fechado e etc, quando olhei a menina já estava longeeeee, correndo para as arenas, o estacionamento era um pouco longe. Pensei:"Ufa, cheguei até aqui, vou caminhando forte para aquecer e dar tempo de pegar o chip", pois deu tempo e eu ainda alonguei com o instrutor do Circuito. Pensei: " Legal, vamos lá, pega leve pois vc nunca faz 8 Km e pode ser que vc não consiga adquirir mais uma medalha Athenas" , pensava também: " são mais 3 km não é tanto afinal já estou treinando 8 por dia, não sinto mais dores", e etc.
Por fim, fiz o percurso todo bem, inteira, meu pace aumentou ao invés de diminuir, mas acho que é normal pois só fazia provas de 5, aumento de 3 km, penso que estou no caminho para nunca caminhar, chegar inteira e sempre atingir meus objetivos, ora aumento de kilometragem, ora diminuição de tempo, os dois juntos, por enquanto, não dá.
Mas valeu muitíssimo, evento bem legal, organizado, com muita gente, além de tudo, foi importante para mais uma superação.
Ah, dessa vez, minhas filhotas não foram, deixei dormir, estava uma neblina muito forte, fiquei com peninha, quem gostou mesmo foi meu marido Jefão, vi quando ele abriu um olho na cama, me viu arrumada e o deixando quieto, ele deve ter pensado:" Graças à Deus que essa maluca me deixou em paz hoje", rsrsrsr.
Enfim, constatei que eu estava predestinada a realizar a prova, quanto a peregrinação, a endorfina pós prova ficou incumbida de achar td maravilhoso.



terça-feira, 8 de junho de 2010

Mais uma prova, menos um desafio 06/06/2010

Olá, que frio que está fazendo no Rio de manhã, hein? No sábado, estava chovendo à noite e fazia m frio... Pensei: "Ninguém vai querer ir comigo amanhã na minha corrida." Pizza rolando, casa cheia e eu ficando agoniada com a tal da chuva. vez ou outra perguntava para as meninas: " Vocês vão amanhã com a mamãe ?", Elas davam de ombros, como se quisessem dizer não, mas sem querer me deixar triste.
O problema é que não moro pertinho dessas corridas, quem conhece São Gonçalo, sabe que os acessos à pista estão péssimos, até chegar ao Rio, mesmo sem Rush, exige que acordemos mais cedo ainda. Meu Maridão Jefão só falava assim: " Amanhã você vai sozinha que fico com as crianças." Sei lá, ainda não corri sem a presença de todos ali,na chegada, tirando fotos e me gritando.
Mas o dia amanheceu lindooo, acordei todos e fomos, o mais interessante, é que as meninas estavam mais  alegres e cheias de energia que os outros dias. Olha que fotos lindas. Quanto a minha corrida, fui bem, diminui 1 min cravado no meu tempo, não é grande coisas, o importante é que o saldo foi positivíssimo.
Agora vou me preparar pro próximo, estou animada.

sexta-feira, 4 de junho de 2010

SISTEMA IMUNOLÓGICO PROTEGIDO

COMO GARANTIR AS VITAMINAS C e A , PROTETORAS DO SISTEMA INUNOLÓGICOS EM TODAS AS REFEIÇÕES.



Bom, não é segredo para ninguém que as vitaminas C e A atua no sistema de defesa do organismo, tem propriedades antioxidantes, portanto, o corpo fica menos susceptível a infecções oportunistas causadas por viroses, bactérias além de auxiliar e muito na redução do Estress Oxidativo causado pela produção de Radicais Livres.

Então vamos lá, garantir essas vitaminas em todas as refeições?

São algumas opções para variar o cardápio.


Café da manhã: sempre variando para não se tornar monótono: Suco de abacaxi, laranja, acerola ou melão fatias de melão, mamão






COLACÃO: barra de cereais de frutas vermelhas


cacho de uvas


100 ml de Suco de Uva Concentrado


morangos


tangerinas.


goiaba






Almoço: Sempre que possível fazer alguns tipos de combinações inteligentes como:


Abobora cozida ou refogada, salada de alface americano , cebola e agrião


Beterraba cozida ou ralada + salada de rúcula e tomate e broto de feijão


Cenoura cozida ou ralada + brócolis americano refogado ou cozido na água e sal


Salada de tomate, broto de alfafa (excelente fonte de vitamina A) + purê de cenoura


salada de pepino + cebola roxa e brócolis cozido


vagem refogado


repolho roxo refogado ou picadinho em salada


Tomar suco de caju, morango, limão ou maracujá





Lanche: Suco Ades Light/

vitamina de morangos/


salada de futas que contenha manga, abacaxi ,caldo de laranja





Jantar: sopa de batata baroa com agião

sopa de legumes com inhame, cenoura e folhas de espinafre

BROTO DE FEIJÃO
Couve-flor cozido água e sal, temperar com azeite extra virgem + salada de rúcula e tomate

sopa de ervilha com couve picadinha



BATATA BAROA

Tênis, Vício = a Corridas?

Blogueiros corredores de plantão, é normal ter vontade de adquirir todos os tênis top de linha do mercado? Se é, com ficará o bolso? Até encontrar o ideal é preciso raspar a conta bancária para tirar todas as dúvidas? Ainda não sei as respostas só sei que o vício de pesquisar sobre tênis, namorá-los nas vitrines,  indagar aos entendidos à respeito destes famigerados bens de consumo vem tomando conta de minha vida desde que comecei com minhas santas corridinhas de todos os dias.


Bom, quando comecei a dar meus primeiros trotes, calçava um Reebook (não sei classificá-lo, mas estava na prateleira dos running numa loja de departamento), não entendia que meu corpo inexperiente e pesado, iria reclamar mais cedo ou mais tarde, apesar de ser novo, "Coitadinha de mim" hje sentindo as consequências. Foi quando me inscrevi na minha primeira corrida de rua, fui numa loja Nike e adquiri um Vomero 3, adorei, macio, tem bom amortecimento e resistente, corri na Corrida da Mulher aprovei e e deu mais gás ainda no meu processo evolutivo. De março em diante, cismei com a marca Asics, ia nas corridas de rua e enquanto pegava chip, esperava na baia, estava eu de olho nos pés dos corredores, até por que onde eu corro, não é orla de nenhuma praia , nem mesmo num lugar, digamos, apropriado, é no centro nervoso da minha cidade, mas, pela "Santa bondade da prefeitura", colocam cones em apena 500 m em uma rua, (até que uma das raríssimas bem asfaltadas), para pessoas que caminham e, esporadicamente, vejo um louco como eu se apertando no meio fio quando um caminhão passa no percurso que não tem cones, por isso, não tinha referências do "Cool do Momento".ENTÃO,  chegou: "Bendito Dia das Mães", pedi  O tal Asics, dei uma relação de todos, dos mais baratos ao Kayano (quem sabe eu seria uma merecedora de um Kayano 16?). Apesar de ser merecedora siimmmm, não ganhei o Kayano pois meu maridão Jefão, acha um exagero no gasto com um simples tênis, então ganhei o Asics Equalion, gostei por que é novo, como um efeito Placebo de um medicamento, achei: “ Ah, estou com  menos dores na canela, estou menos cansada”e etc. 1 semana depois, voltei para eu Vômero 3, pensei:”Não vou abandonar meu primeiro amor”, até por que minha estória com o Nike vem da adolescência onde o sonho de consumo era o Nike Air, uma coisa meio que sub-consciente me remete a ter o nike como um “Queridinho”, naquela época, tinha o cinza e preto e usava somente em ocasiões especiais, “oh época boa”. Bom, aí como voltei para o Nike, achei que estava mais macio que o Asics e etc.

Resumindo: hilário depois de tanto blablá, cismei com o Mizuno, li pesquisas que era o mais usado pelos corredores, era mais leve e blablá. Fui numa loja de esportes e não me surpreendendo de novo, os vendedores são MEGA inexperientes, não sabem nada de nada, isso me dá uma raiva..., quando fui comprar meu freqüencímetro há 2 meses atrás, quase desisti, essas grandes lojas de esporte, deveriam dar treinamentos para esses funcionários de meia boca, ou boca nenhuma que nos atende, claro que deve ter vendedores e VENDEDORES, jamais generalizaria, mas, não tive sorte até então. Voltando ao Mizuno, experimentei o Vomero 5, lindooooo, o tal Kayano 16, esquisito no pé, me decepcionei, mas acho que porque meu sub ou consciente mesmo queria o ulta mega moderno Mizuno Wave Creation 11, aí achei macio, bonito, leve, amortecedor ao extremo, e etc, etc, etc. Comprei dia 1 de junho, não usei ainda para treinar, tenho uma prova no domingo, devo amaciá-lo, mas estou com medo dele, eu olho para o par na caixa, penso na oneração que fiz no salário do mês, no falatório do meu marido sobre como eu gasto àtoa, blablá, estou ferrada...Em suma, tenho medo d meu Mizuno Wave Creation 11 e vou trabalhar mais um mês pensado: “Fiz merda”, Oh, pera lá, também tenho direito de adquirir meu bem de consumo maior do momento, mesmo que não seja algo dado pela mãe, como na época do Nike Air de 18 anos atrás, mesmo que o bolso fique puro,puro logo no primeiro dia do mês, pois o resto do salário, lógico já está comprometido com pagamentos, boletos e alguma inscrição de corrida que possa surgir de última hora, rsrsrsrsr



Bom, volto para contar meu próximo desafio cumprido o “Desafio dos 15k do Rio”, bom feriado a todos.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Alimentos Funcionais para Corredores de Plantão

Bom vou passar um pouco do que sei como profissional nutricionista especializada em Nutrição Clínica para quem se interessa em alimentação saudável.
Partirei  do princípio de que quase todos, antenados com saúde, alimentação e esporte , já sabem, "a saúde começa pela boca", frase mais verdadeira, impossível, então não entrarei em por menores sobre vitaminas, minerais, lipídios, carboidratos e proteínas. Vou propor raciocínio lógico e básico quanto aos alimentos funcionais, alimentos estes que auxiliam no aumento da performance, no equilíbrio metabólico, na redução de radicais livres, consequentemente, no ajuste das funções vitais, é para isso que servem os funcionais.


carboidratos  Ricos em fibras são funcionais? Claro que sim, as fibras  presentes em carboidratos complexos como frutas com casca, arroz integral, pães integrais, aveia em flocos,vegetais e leguminosas como feijões auxiliam no funcionamento intestinal e as vitaminas presentes principalmente nas cascas,são precursoras de enzimas metabólicas, levando ao melhor aproveitamento dos nutrientes depois de absorvidos pelos órgãos e tecidos.


As folhas verdes escuras são mais nutritivas? Do ponto de vista do fornecimento de maior quantidade de ferro que as outras folhas, sim, o ferro tipo ferro não- heme , encontrado nos vegetais verdes escuros, é elemento essencial para processos metabólicos como o transporte de oxigênio, metabolismo oxidativo e crescimento celular, 70% do ferro absorvido pelo intestino , são funcionais pois desepenham funções fisiológicas constituindo, por exemplo, a hemoglobina. Mas o ferro não heme, derivado de vegetais, deve ser consumido com vitamina C e A para facilitar sua absorção.


Leite fermentado ou iogurtes são considerados alimentos funcionais? - E como..., são essenciais, a melhor forma de consumir derivados do leite pois são pré digeridos, facilitando na absorção e os Probióticos que contém (lactobacillus), promove regulação intestinal, e isso é muito mais importante que ir no banheiro regularmente, vejam só: se o intestino está com a flora bacteriana desestruturada pela presença de bactérias advindas de uma alimentação errônea, o trânsito intestinal fica complicado, aumentando ainda mais o tempo no tubo intestinal, levando a aumento de flatulências e resíduos não nutritivos, já um intestino que recebe periodicamente bactérias vivas probióticas é equilibrado, regular auxiliando então na melhor absorção de vitaminas e minerais, inclusive o cálcio na qual também fornece de forma mais concentrada que o leite comum tão importantes para as funções metabólicas vitais.


Um bom prato de salada ganha muito mais valor quando temperada com azeite extra virgem?- muito, muito , muito mais valor, por que o Azeite extra virgem são mais resistentes ao estress oxidativo(estímulo que leva ao desbalanço entre produção excessiva de radicais livres e sua remoção),dado importante para praticantes de atividades físicas , não é mesmo?, pois estes produzem mais radicais livres, O consumo diário diminui  colesterol total , pela redução do LDL, colesterol ruim" e possivelmente aumento do HDL, "colesterol bom". O óleo de canola em substituição ao de soja, consumo de avelã, amendôa e abacate, claro de forma controlada para não engordar, são muito benéficas.



segunda-feira, 24 de maio de 2010

DESAFIOS MÊS DE JUNHO 2010

06/06/2010- DESAFIO DOS 15 K DO RIO- Correrei os 5 k , ainda não fiquei doida de tentar os 15 se não faço bem os 10 k, mas meu objetivo é chegar bombando, inteira e com o tempo bem menor que a Corrida do Câncer de Mama, isso tudo para me dar mais firmeza e ir confiante para o Circuito Athenas Etapa II


27/06/2010- CIRCUITO ATHENAS - ETAPA II- 5 milhas- Como fiz a primeira etapa e adorei, quero fazer essa segunda com o propósito de evoluir, para isso treino focada neste Circuito.

sábado, 22 de maio de 2010

Corrida e Caminhada contra o Câncer de Mama


Foi ótima , meu melhor tempo e com minha família inteira reunida. Olha eu ali atrás de preto, não botei a blusa pois achei que incomodaria por ser de manga, só coloquei o número de peito, reuni a família às 6 hs da manhã depois de ter durmido às 2 hs (festança de parente, sabe como é, termina tarde) e fui para o Flamengo,

Nova Mulher


Olá galera aficionada por corridas de rua, bom comecei a correr para perder peso pois sempre fui uma frequentadora de academia, fazia musculação, localizada, spinning , Body isso, body aquilo, mas depois de um tempo e muitas atribuições como duas profissões, sou nutricionista e farmacêutica, mãe de uma atriz mirim (Sofia), tenho sempre que acompanhá-la quando ela está em gravação e mãe de uma pequena fofa de 6 anos ( Letícia), perdi o foco de manter o corpo em forma, pois sempre tive tendência a engordar mas não me descuidava da alimentação também, aliás, sempre nutri bem a máquina corporal, tanto é que raramente fico doente, e, mesmo com excessos dos fins de semanas como cervejinhas, churrascos, nivers infantis, meu cotidiano alimentar de seg a sex, é regado a alimentos funcionais e bem rico em fibras.
Voltando a corrida, comecei a caminhar na rua, acima do peso, pois sedentarismo me causa um mal geral, aliado a muitos fins de semanas de excessos , a soma foi positiva nos tecidos adiposos e negativa para o visual, com o passar do tempo, adquiri condicionamento, foi quando em setembro, decidi levar a sério as minhas caminhadas com objetivo de transformá-la em corridas matinais diárias.
Gente, o que foi aquilo que comecei a sentir nas manhãs de seg a sexta as 7:00 hs?, Nãaaooo consigo explicar, dizem: "É a endorfina que o organismo libera", não sei, só sei que com chuva, eu estava lá, com sol quente, passava protetor e estava lá, com horário apertado,diminuía o tempo na rua mas não deixava de ir.
Bom, nas férias de janeiro viajei para Cabo Frio e prometi a mim mesma, "Ficarei 1 mês lá, com muitos churrascos e cervejinha, não vou ficar neurótica , pois terão aniversários, meu e de meu marido, carnaval, amigos, praias, que passa a ser sinônimo de alimentação desregrada, mas, todavia, entretanto, porém, rsrsrsrs, não deixarei de me exercitar e, sempre terá almoços e jantares saudáveis para não quebrar muito o ritmo que já havia iniciado. Bom, como meu marido estava de férias também e ele não corre, fazia uma longa caminhada de 12 km por dia pela orla da Praia do Forte, do Canal de Cabo Frio de ida e volta, o tempo era de 2 horas diárias, íamos mesmo cansados, pois essa tal endorfina energiza, a beleza de Cabo Frio vigoriza e nosso dia acabava sendo perfeito.
Então, depois do carnaval, na primeira segunda útil do ano, rsrsrsr, voltei a correr e por incrível que pareça, com um condicionamento melhor, acho que devido aos 12 km diários de caminhada sob sol forte , aí, sim, botei o pé na estrada e comecei a treinar com força. As dores, as inflamações, em fim todas as ites, vem e voltam, mas não atrapalham meus treinos.
Em março comecei a realizar provas de rua , Primeira foi a Corrida da Mulher na Lagoa Rodrigo de Freitas, mais uma vez a vida boêmia do dia anterior prejudicou minha performance nos 7,5 Km de corrida. Depois veio Corrida de Alcântara, Bairro onde moro, essa paguei mico, tinha 1/2 dúzia de gatos pingados bem preparados que disputavam pelos primeiros lugares e foram 10 km,completei exausta , andando e com vergonha, afinal fiquei em penúltimo , na frente apenas de um ancião desavisado como eu , rsrsrsrs. Ainda em março fiz o Circuito Athenas, amei, gente abeça e encarei de maneira focada em terminar com o melhor tempo que pudesse, me senti o máximo de terminar bem. Depois veio o Dow Live Run for Water ( acho que o nome é esse), no centro da cidade, com partida na Apoteose, terminei sem dores, satisfeitíssima pois fui num ritmo cadenciado, não forcei pois sol estava escaldante e a quentura que subia do asfalto, me deu medo de forçar e não aguentar. Fiz o mesmo tempo do Athenas. Depois veio Circuito Vênus, tudo de bom, adorei chiquerrérrimo, diminuí muito pouco o tempo mas foi ótimo, sem dores nem cansaço. Nessas alturas, já tenho frequencímetro, bom e celular que marca kilometragem, calorias, toca as músicas para aquecimento, corrida, desaceleração , não fico sem meu kit.
Minha última corrida foi Corrida e Caminhada contra o Câncer de Mama , ameiiiiiii, minha mãe foi e amou tirei fotos ótimas e apesar de ter dormido muito pouco,niver um dia antes, fiquei feliz pois diminui em 2 minutos meu tempo final.
Ufaaaaaaaa, chega de relatar meu início de corredora , agora, com licença, vou fazer minha corridinha de sábado, só que essa não é no asfalto e sim na faxina da casa, rsrsrsrsrs